Contexto Geral

Novos dados

Até os anos 1990, as relações entre as empresas e as organizações que representam os interesses da sociedade, ONGs, associações, empreeendedores sociais ou grupos informais, estavam reduzidas a dois esquemas dominantes : a confrontação ou o mecenato.

No entanto, estas relações evoluíram nos últimos quinze anos. Intervêm fatores de mudanças, que são cada mais numerosos :  fim do programa de energias fósseis, avanços dos estudos científicos, conscientização do aquecimento climático, crescimento das desigualdades sociais… Esses transtornos impõem novas regras ao desenvolvimento das atividades das empresas.

As organizações da sociedade civil, que cresceram  no mundo todo de modo exponencial  durante este período, estão  diretamente implicadas nesses desafios, que constituem frequentemente o âmago de suas ações. Pela atenção que muitas delas dão às práticas das empresas, elas exercem atualmente uma forte pressão  no mundo econômico. Pelos conhecimentos que possuem das áreas geográficas e das populações, pelas abordagens inovantes que desenvolvem, elas podem ser uma fonte de soluções a certos desafios do desenvolvimento sustentável.